Archive for the ‘ódio’ Category

h1

Crise

14 d e outubro d e 2008

Eu estou com ódio mortal e absoluto desse monstro invisível do mercado financeiro!

E eu acho do fundo do coração que esses escpeculadores, sem mãe, tinham todos que ir tomar no c*!

Obrigado,

Anúncios
h1

Revolta

11 d e setembro d e 2008

Eu ando bem revoltada com minha falta de dinheiro e com a vaga perspectiva de que eu vá ganhar algum dinheiro para chamar de meu em algum momento da minha vida. Ter escolhido uma profissão e ter um devir pobre com certeza não me ajudam muito, mas a gente vê filme americano demais! e ai acredita em seguir nosso sonho e que existe alguma espécie de redenção aroud the corner! Não existe redenção! E olha que eu já fui católica!

Essa falta de dinheiro nunca me permitiu gastar mais de 200 reais em NENHUMA peça do meu vestuário! NENHUMA! nem sapato, nem vestido de formatura nem NADA! E todas as vezes que eu cheguei próximo desse gasto eu CHOREI [e isso não é só força de expressão] de dor/vergonha não sei de que!

Alguém que ler isso pode achar que isso é um valor! Que mostra que eu não sou fútil ou coisa assim! Mas acontece que esse é um pensamento pragmatista,  que sempre me assombra muito!

Fatos recentes me chamam a atenção: eu tenho um carro [que minha vó me deu], mas os cuidados dele são minha responsabilidade. Há pouco tempo eu tive que: trocar os pneus [alinhar e balancear, é claro], alinhar o eixo dianteiro, trocar o óleo, a correia dentada e as pastilhas de freio. Todo esse serviços me sairam pela bagatela de 800 reias! FUKIN 800 REAIS! Como assim?! Como pode ser possível gastar todo esse dinheiro em um carro e não comprar um sapato de 200 reais?! COMO E PORQUE?! Essa idéia de que existem gastos necessários de um lado e esgoísmos estéticos de outro acabam com meu prazer na vida!

Ai eu tava lembrando de uma música da regina spektor [suuupfer de mulherzinha] que chama “chemo limo” [quimioterapia e limosine] e olha que bonito:

No thank you no thank you no thank you no thank you

I ain’t about to pay for this shit

I can afford chemo like i can afford a limo and on any given

day I’d rather ride a limousine

Brigado Regina [amiga!] um dia ainda chego nesse estágio divino em que o lusho é mais necessário que as necessidades!

BIRKIN BAG!!!
h1

www.euodeiomrbig.com.br

11 d e junho d e 2008

Sim, esse post é um spoiler! Não leia se não quiser saber sobre o filme que todo mundo já falou!

.

.

Então eu tava num devir super girlie e fui assistir Sex and the City com as meninas. Antes de mais nada um aviso às namoradas malas sem amigas de plantão: Não obriguem seus namorados a iriem assistir o filme com vocês, como bem disse uma amiga minha, o filme tem várias cenas pra comemorar a ausência do seu amado. Fora que homem tem mania de zuar quando mulher chora e eu derramei baldes de lágrimas.

Indo direto ao ponto: eu estou possessa até agora com o Big, tá que eu nunca gostei dele e acho que a atração da Carrie por ele é pura pulsão de morte, mas ok! Homem cafajeste tem lá sua simpatia… Agora homem frouxo, fraco, medroso e que abandona mulher na porta da igreja NÃO TEM PERDÃO!!!

Em uma acalorada discussão com as meninas, muitas disseram que ela o atropelou fazendo um casamento tão enormelous, que foi tudo como ELA queria  ai ele se sentiu ameaçado com a grandeza do negócio. Bom, eu acho que um homem que se assusta com festa e com a mulher que tem deve arder no mármore do inferno, mas ok também. O que eu fiquei muito puta é que no final foi tudo do jeito que ELE queria, e nada nesse mundo me deixa mais revoltada que uma mulher inteligente e independente se submeter totalmente às vontades de um homem. Tudo bem que não tinha que ser exatamente do jeito dela, mas muito menos tinha que ser exatamente do jeito dele.

O único jeito de eu pensar em me submeter aos desejos de qualquer homem é se ele me pedisse em casamento e ainda me desse esse vestido:

Lacroix, baby!

ai eu poderia pensar num plano de fazer o que EU quero e conseguir que ele pense que está sendo feito do jeito DELE! rá!

h1

É tão bom quando alguém odeia igual a gente…

2 d e junho d e 2008

E eu odeio o Ziraldo!

h1

AAAAAAAAAAAA!!!

30 d e maio d e 2008

Eu odeio gente!!!

sério!

mau humor infinito!